Meu Primeiro Pet – Coelhos

Antes de tudo, é preciso ter em mente a responsabilidade de ter um animal de estimação, seja ele, gato, cachorro, papagaio ou um jabuti. Estes animais são uma VIDA e cada um deles acarreta necessidades características de sua espécie. Precisam de atenção e cuidados especiais que um dono de primeira viagem precisa estar a par para oferecer saúde e bem-estar para seu novo pet.
Este texto é um guia para quem deseja adotar um coelhinho. Fique por dentro de como o alimentar, como dar conforto, higiene, como lidar e entender suas singularidades. Coelhos são adoráveis e são ideiais para ser um bichinho de estimação de quem quer um companheiro que seja carinhoso e dê pouco trabalho. Cães e gatos costumam exigir mais atenção do que um coelho, pois eles participam menos do dia-a-dia de uma casa. Mas, mesmo sendo dessa forma, eles o atendem pelo nome próprio e conseguem reconhecer seus donos.
Coelhos são mamíferos e também são classificados como lagomorfos. E isto quer dizer que eles têm o crescimento contínuo de sua dentição. Costumam viver onde há muito verde e pode ser encontrado em toda a região brasileira, porém, seu habitat natural é na Europa. Vivem em torno de 5 a 10 anos. Eles têm um amplo campo de visão. Pesam de 3 a 4 kg e tem o tamanho de 18 a 30 centímetros. O período de gestação de uma coelha costuma durar de 30 a 40 dias e eles podem chegar a ter de 3 a 6 ninhadas por ano. A razão de eles procriarem tanto não está somente nisso e sim que a cada vez que uma coelha engravida, ela tem de 4 a 12 filhotes e isso causa o resultado de, em média, ela ter 70 filhotes por ano. Por isto, que coelhos são o símbolo da Páscoa, por simbolizarem a esperança de uma nova vida.
Apesar de estar associado coelho a ovo, coelhos não botam ovo. O coelho faz parte da família dos leporídeos e estes animais se reproduzem da mesma forma que cachorro, gato e humanos. Só há dois mamíferos que botam ovos: os ornitorrincos e as equidnas.

 

 

Antes de nascerem, é preciso pôr uma caixinha de madeira dentro da gaiola onde a coelha se encontra que meça mais ou menos 30cm de largura e 30cm de comprimento, para que os recém-nascidos fiquem abrigados. Quando os filhotes nascem, é necessário que eles fiquem juntinhos uns aos outros, para que se aqueçam e caso não estejam, é melhor junta-los. É preciso verificar diariamente para prestar atenção se todos estão vivos.

 

Quando precisar viajar, contate alguém que possa ir diariamente visita-lo e alimenta-lo. Não o deixe abandonado, reserve um tempo para dar atenção diariamente. Sempre que der, deixe um brinquedinho que seja seguro e atóxico com ele para brincar.
O crescimento da dentição pode ocorrer diferentemente entre os coelhos, baseado em sua própria genética. É de extrema necessidade que haja a manutenção no veterinário da dentição, pois podem ocorrer problemas na face, olhos e maxilar. Além do mais, eles podem quebrar com facilidade. Coelhos tem ossos frágeis e podem até mesmo quebrar a coluna, caso o pegue com brutalidade.

 

Então, é bom que eles só dividam o espaço com gatos e não cachorros. Na hora que precisar pegar nele, pegue gentilmente e sempre com ambas as mãos.
Existem vários tipos de personalidade de um coelho, como nós, cachorros e gatos. Assim, alguns podem ser mais ativos e outros mais preguiçosos. Preste atenção em fios pela casa para que quando eles forem praticar exercício, não roam e tomem um choque. E, sempre, em qualquer dúvida, consulte um veterinário de confiança. É normal e saudável que eles consumam suas próprias fezes. Principalmente as que são feitas em torno das 5 horas. É ideal que o coelho sempre tenha algo para roer dentro de sua gaiola para evitar problemas na dentição, tal objeto pode ser, preferencialmente, madeira não tratada.

 

Alimentação
Coelhos são herbívoros, por isso, comem folhas, raízes, caules, capim, grãos e cascas de algumas arvores. Tudo em grande quantidade. Por isso, a ração para eles é especial e a alimentação tem de ter feno de alfafa ilimitado e fibras. É aconselhável que o animal tenha a alimentação em 80% de fibras e 20% de ração. Eles necessitam complementar a sua alimentação digerindo folhas verde-escura como são as de beterraba, chicória, agrião, rúcula, couve-flor e almeirão. Lá eles encontrarão o restante dos nutrientes que necessitam para serem saudáveis. É importante ter em mente que alface causa diarreia e é preciso evitar esse tipo de folha.
Os vegetais devem ser dados diariamente a partir dos 6 meses de idade, de acordo com o peso dele e nesta mesma idade, tem de haver um controle maior na ração que será dada, pois eles poderão se tornar obesos e isso trará diversas complicações. Tem de se certificar de que ele absorva vitamina A todos os dias. Cenoura pode ser dado, porém em moderação, como quitutes. Coelhos não podem comer frutas de forma alguma.
Higiene
Coelhos não podem tomar banho e nem ter contato com água, pois ocorrerá de nascer fungos nele. É preciso realizar uma limpeza da gaiola duas vezes por mês em que ele se encontra que se chama: vassoura-de-fogo. É uma técnica que utiliza um lança-chamas usado para matar microorganismos que possam vir a causar doenças ao coelho. As gaiolas devem ter gavetas embaixo para facilitar a limpeza e higiene local deve haver diariamente.
Se for realmente necessário dar banho ao seu coelho, pergunte ao seu veterinário qual xampu é o ideal para ele, assim terá evitado sérios problemas na saúde do coelho. O ideal mesmo é leva-lo para um lugar especializado, para evitar fraturas indesejadas.

 

Ambiente
É aconselhável que seu coelho viva a maior parte do dia instalado numa gaiola que tenha pelo menos 45cm de altura por 60cm de largura e 80cm de comprimento, porém, busque a maior gaiola que puder. Ela não pode ficar muito alta, tendo de ficar a pelo menos um metro do chão. É importante que esteja em um local arejado, mas que não tenha corrente de ar, é preciso que esteja no meio termo dos dois. Apesar de estarem na gaiola, é preciso solta-los pelo menos duas vezes por dia para que eles se exercitem. Tenha atenção para que eles não entrem em contato com chuva e água e que não roa objetos, fios ou plantas. Leve-o sempre para o veterinário, para que ele possa desgastar a dentição lá, muitas vezes, não basta o que é feito diariamente.
A gaiola também pode ficar em um lugar a céu aberto, desde que interiormente, tenha um local para ele se abrigar da chuva. O fundo da gaiola não deve ser o fundo normal, deve-se por uma superfície plana para o coelho ficar melhor acomodado.
Caso queira leva-lo para o jardim, é preciso proteger contra bactérias e vermes. Tais parasitas podem se tornar doenças graves para o seu bichinho e grandes dores de cabeça para você. Então, é melhor prevenir.

Meu Primeiro Pet - Coelhos
Vacinas
É preciso realizar uma consulta no veterinário para que haja as vacinas necessárias para a proteção do seu coelhinho. Existem três vacinas essenciais que são: a contra Doença Hemorrágica Viral que tem de ser dada anualmente, a Mixomatose que tem de ser dada a cada 6 meses e é preciso realizar anualmente a vacina antirrábica. É necessária a realização de consultas no veterinário sempre que puder, mas, enfatizar quando perceber mudança de comportamento no apetite e na personalidade.

Leave a reply